Gesiel Ribeiro está jogando sua carreira política no lixo

Dois anos depois de virar piada nacional e ser conhecido como o ‘Vereador dos Pardais’, Gesiel Ribeiro protagoniza mais um vexame ao liderar movimento para contestar a democracia em Canaã dos Carajás

 

Figura política importante em Canaã dos Carajás, o vereador Gesiel Ribeiro está destruindo o que resta de sua imagem. Depois de virar piada nacional ao comemorar de forma tresloucada a retirada de pardais fiscalizadores de trânsito, o parlamentar aprontou mais uma das suas. Desta vez, o quadro é pior: Gesiel Ribeiro está questionando a democracia em Canaã dos Carajás. Na última Sessão Ordinária da Câmara Municipal, o vereador levantou o assunto e questionou o resultado das eleições.

Na quinta-feira (19), o que já era ruim piorou: ele, que foi no passado um político de potencial extraordinário, liderou uma comitiva que desembarcou em Marabá, na porta do Ministério Público, para questionar a eleição. “Houve fraude! Temos provas, só falta provar” afirmou um confuso, amargurado e desacreditado Gesiel.

No entanto, o político começou a cavar a própria cova há alguns anos. Para entender o que houve com Gesiel Ribeiro, é necessário uma linha do tempo:

  • 13 de janeiro de 2019…: Gesiel Ribeiro saiu pelas ruas de Canaã em sua caminhonete comemorando a retirada dos pardais. O parlamentar gravou um vídeo divulgando a sua ação. Veja abaixo uma reportagem da TV Record local sobre o fato:

Gesiel calculou que a repercussão do vídeo seria positiva, mas o tiro saiu pela culatra e ele chegou a ser chamado de “moleque” por quem assistiu o registro. O vereador virou piada em todo o Brasil.

  • Dezembro de 2019… – Meses depois do episódio com os pardais, Gesiel rompeu com o governo Jeová Andrade. O motivo? Por conta da expressiva votação que teve quando foi candidato a deputado estadual, o parlamentar esperava que Jeová Andrade o indicasse como seu sucessor. Ledo engano. Quando o prefeito anunciou que indicaria a advogada Josemira Gadelha, o vereador, que se elegeu em 2016 no mesmo palanque do gestor e o defendeu na Câmara ao longo de três anos de legislatura, pulou fora do barco e se declarou opositor.

 

  • Março de 2020… – Gesiel, tomado pela sede de poder, trouxe o peso de seu grupo político para o lado de Jean Carlos, principal opositor ao governo que Gesiel fazia parte. Ah, um erro cabal do vereador… Seduzido por uma eleição que parecia já ter sido definida, Gesiel aceitou ser candidato a vice.

 

  • Maio de 2020… – No auge da pandemia em Canaã dos Carajás, Gesiel liderou um motim de pessoas revoltadas com o governo municipal, que cumpriu o decreto estadual de lockdown. A situação virou piada e o vereador, mais uma vez, foi trucidado nas redes sociais por uma atitude, que foi considerada por muitos irresponsável. À época, o vereador chegou a incitar que o grupo fosse até a casa do prefeito Jeová Andrade protestar pela abertura do comércio. A lamentável falta de noção de Gesiel…

 

  • Outubro de 2020… – Junto a Jean Carlos, Gesiel foi flagrado por uma câmera arrancando o adesivo de Josemira Gadelha do veículo de uma pessoa e colocando um da chapa do Podemos por cima. O vídeo foi proposital. Mais uma vez, Gesiel calculou mal o peso da própria atitude e viu uma internet furiosa por conta do ato. O vereador é um desastre na gestão da própria imagem.

 

  • 17 de novembro de 2020… – Em Sessão Ordinária, Gesiel questiona a democracia em Canaã, afirma que as urnas estavam fraudadas. Sim. O vereador, em tribuna, questionou as urnas que o elegeram quatro anos antes. E aqui vai uma observação do autor deste texto: – Vereador, ao dizer que há fraude nas urnas eletrônicas, o senhor questiona a legitimidade do seu próprio mandato!

 

  • 19 de novembro de 2020… – Mais uma vez calculando mal a repercussão de seus atos, o vereador foi até o Ministério Público de Marabá. Ao contestar a democracia, Gesiel afirmou o seguinte: “As pesquisas apontavam que estávamos empatados tecnicamente com a candidata”. Com isso, o vereador acabou afirmando que as pesquisas divulgadas em suas redes sociais, e nas de Jean Carlos, não refletiam a realidade, visto que todas apontavam a vitória de Jean com folga. Sem perceber, acabou admitindo que ele e o colega de chapa divulgaram pesquisas inverídicas.

Acompanhado de ex-candidatos como Val da Peixaria, Itamar Shrek, Eliziel Tdinan, que, juntos, não somam sequer 50 votos, Gesiel dá largas passadas rumo ao suicídio político. Outro que apareceu no vídeo foi Diego Araújo, o Diego dos Universitários, colega de partido de Gesiel, que teve votação expressiva em 2020, mas que também deu passos largos em direção à guilhotina. Baiano do Hospital, vereador que não foi reeleito, também apareceu no vídeo, quietinho, sem falar, mas estava lá também desmerecendo a democracia.

Ainda lembro que há dois anos, em dezembro de 2018, na inauguração de uma ponte, o vereador afirmou que teria pouco trabalho para fazer em Canaã quando fosse prefeito, visto que Jeová Andrade já havia feito a maior parte.

Dito isto, aqui vai uma previsão e podem me cobrar depois: se não mudar radicalmente sua postura, Gesiel JAMAIS será prefeito de Canaã. E com justiça! Quem não respeita a democracia, não merece ser representante de ninguém. Vereador, olhe para os seus próprios erros, para as suas escolhas, reflita sobre suas ações, elas o levaram para o calvário de amargura e inexpressão em que o senhor se encontra hoje.

E, por favor, nunca mais questione a democracia.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *