“Canaã não tem vereadores de oposição”, afirma Junior Garra com toda razão

Em Sessão Ordinária realizada nesta terça (3), Junior Garra abriu o verbo e chamou de “teatro” as manifestações na plenária, afirmou que todos os 13 vereadores sempre estiveram ao lado do governo e desafiou parlamentares a dizer que não. O silêncio de todos confirmou o que foi dito

 

Em um discurso-desabafo pra lá de acalorado na noite desta terça-feira (3), Junior Garra abriu o verbo e afirmou categoricamente que Canaã dos Carajás não tem nenhum vereador de oposição. A afirmação de Garra pode até parecer estranha, visto que em 2020 sete parlamentares se aliaram ao principal candidato de oposição ao governo de Jeová Andrade, mas ela, com todas as ressalvas, é verdadeira.

Nenhum dos atuais vereadores teve nos últimos quatro anos uma postura de quem se opõe, de quem fecha caminhos, de quem vai de encontro ao governo, pelo contrário. Dezenas, talvez centenas de projetos, de autoria do executivo foram aprovados na atual legislatura sem que ninguém se opusesse a isso. Um ou outro vereador, vez em quando, até sugeria que melhorias fossem feitas em alguns PL’s, mas nada além disso. A postura da Câmara como um todo, sempre foi de parceria com a prefeitura.

Se às vezes passa da conta com discursos inflamados, Garra foi cirúrgico neste. Vereadores como Gesiel Ribeiro, candidato a vice-prefeito no partido de oposição, Rael da Marcenaria e Baiano do Hospital, eram membros do extinto PHS, que sempre foi aliado de primeira hora do governo Jeová Andrade. Walter Diniz, por sua vez, era um dos nomes mais fortes do MDB, partido do prefeito, já foi líder do governo na Câmara por diversas vezes e, apesar de ter críticas pontuais, sempre foi defensor da atual gestão

O articulado Wilson Leite talvez tenha sido um dos primeiros a se levantar contra Jeová. Em seu primeiro ano como legislador, Leite usou de discursos fortes para criticar a gestão e foi considerado por muitos opositor. No entanto, em 2018 a grande surpresa: Wilson Leite se tornou líder do governo na Casa de Leis – a política e seus meandros.

As duas únicas mulheres da atual legislatura, Maria Pereira e Vânia Mascarenhas, também nunca foram grandes pedras no sapato da gestão. Maria já foi, inclusive, secretária de Desenvolvimento Social, tendo feito um bom trabalho à época. Vânia, apesar de sempre ter dito que estava contra o governo, nunca fez um papel de opositora, sem deixar jamais de dar pareceres favoráveis.

Junior Garra está certo nessa. Nenhum parlamentar pode dizer que é opositor, pelo simples fato de não ser. Em uma noite de manifestações na Câmara Municipal com dezenas de cartazes e palavras de ordem, Garra chamou tudo aquilo de “teatro”.

“Aqui somos 13 vereadores que até semana passada estavam todos dentro do governo. Agora, um fala que eu sou mentiroso que eu provo! Quero ver um falar, que eu provo. Provo com áudio, com foto, com o que precisar, aqui não tem nenhum vereador de oposição!”

Nenhum vereador rebateu o que disse Garra.

O silêncio é a melhor resposta: ele estava certo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *