Qual o maior bandido da história de Canaã dos Carajás?

Em tempos de pré-campanha, ladainha nas redes sociais, falácias sobre ‘nova política’, e cortejo de pré-candidatos, a pergunta precisa ser feita: qual o maior bandido da história de Canaã? Para encontrar a resposta, basta olhar para dentro de nós

Ao ouvir a pergunta-título desta miserável crônica, dezenas de nomes devem ter passado pela sua cabeça. Pessoas de poder, aspirantes a tronos de ferro, aproveitadores, abutres, gente que cresce ao se aproveitar da miséria… As opções são muitas, o cardápio de respostas é variado, mas a resposta, talvez, não tenha nada a ver com estes. Tal qual o Enigma da Esfinge, responder essa pergunta pode significar sobrevivência em tempos tão difíceis, em dias tão pesados, em manhãs mais tediosas que o comum.

“Decifra-me ou devoro-te”: qual o maior bandido da história de Canaã dos Carajás? A resposta para tal questionamento talvez esteja no mesmo lugar onde Édipo encontrou a sua: dentro de nós mesmos. Em tempos de pré-campanha, promessas, ladainha nas redes sociais, propostas absurdas de “nova política”, a pergunta sobre o maior criminoso da história precisa ser feita e a resposta precisa ser garimpada nos cantos mais remotos da nossa alma.

De certo, o maior bandido da história da Terra Prometida não é o “Gordinho das Populares”, nem o homem que matou aquele caminhoneiro, roubou seu caminhou e enterrou o corpo dentro de uma casa no bairro Flor de Liz. Não, não… O maior bandido também não está na política, não é nenhum aproveitador da miséria, nenhum abutre. Estes são terríveis, mas não são detentores de um título tão grandioso.

O maior bandido é o desonesto. O maior bandido é aquele que mente, que suborna, que aceita suborno, que se prostitui por tão pouco, que vende a alma ao diabo por um puto. O maior criminoso é quem compromete toda uma sociedade por egoísmo.

Édipo respondeu à Esfinge: são os humanos. Por tal resposta, escapou da morte.

E nós que não estamos em alguma fábula mitológica? Qual resposta daremos ao nosso enigma?

A resposta certa nos livrará da morte com toda a certeza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *