Brasília(DF), 24/04/2017 - Luiz Inácio Lula da Silva durante evento do PT em Brasília. - Foto: Daniel Ferreira/Metrópoles

Lula, todos nós sabemos, inclusive você, que não há presidentes inocentes. Sua prisão, é claro, foi arbitrária, mas isso não quer dizer que você é inocente. Você é um dos principais responsáveis por monstros que hoje governam o país que você tinha na mão

Lula, outrora presidente, outrora rosto em uma camiseta no armário, outrora ídolo, outrora Messias… Ah, Lula, quanta coisa mudou… Acho que é essa a primeira que lhe escrevo assim de forma tão direta, mas é que as circunstâncias pedem isso. O mundo é um pandemônio, a sanidade do povo brasileiro é uma prestação, Lula, que vai vencer e você, caro, tem culpa nisso. Sei que esse recado não chegará até você, mas há verdades que precisam ser ditas. Verdades que são doloridas, president… ops, ex-presidente, mas que precisam ser ditas.

Lula, é cada vez mais evidente que a sua prisão foi arbitrária, injusta, política, uma cagada… E, olhe bem, acho até que o apartamento cafona era seu, tá? Mas eu sou incapaz de provar isso e o arremedo de processo montado por Moro, Dellagnol e companhia também não foi capaz de produzir uma única prova clara disso; sim, Lula, foi tudo muito bem feito por você e sua trupe, mas não cola essa de que você é inocente, tá? Simplesmente não cola.

Aliás, chegar ao poder, Lula, é o mesmo que sujar as mãos. E você as sujou sempre que foi necessário. Nenhum presidente, até hoje, se elegeu de mãos limpas; simplesmente nenhum. Ou tinha sangue, ou dinheiro ilegal, ou os dois; geralmente os dois.

Você não é inocente, Lula. Apesar de liberto, você é culpado. E falo das culpas criminais, é claro, mas você tem culpas ainda maiores, dívidas impagáveis com o povo brasileiro.

O PT, seguindo o seu comando, Lulinha-paz-e-amor,  fez um escarcéu neste país com um projeto de poder mesquinho, bizarro, tosco… Lula, querido, por que Dilma? Por que Haddad? Por quê?

Percebe o buraco em que você, e sua trupe, nos meteram. Vocês são, sim, os principais responsáveis pelo surgimento de monstros como Bolsonaro, Moro e tantos outros. O antipetismo, maior força política do Brasil na atualidade, existe porque o petismo fracassou; o petismo foi incapaz de fazer as reformas que o Brasil precisava. Falo de reformas estruturais, Lula… Você sabe disso.

Por exemplo, a reforma tributária… Ah, ex-presidente, você sabe o quanto isso é imperdoável. Você sabe o quão desleal, desumano e irresponsável é a forma em que se cobra impostos nesse país e nunca mexeu nisso. Que raios de esquerda é esse seu PT, Lula? Quem diabos é você?

A prisão te fez bem. O discurso está mais inflamado, o carisma está em dia e você é amado como nunca por quem sempre te amou. Mas deixa eu te dizer uma coisa: a sua força política já não é mais a mesma. O Lulismo hoje é capenga, brega… É romântico, admito, mas ineficaz frente ao antipetismo. Sabe quem é o principal alvo de tanto ódio, ex-presidente? Sim, você sabe.

Não há perdão, Lula, para o que você fez ao Brasil em 2014, insistindo em Dilma, e em 2018, lançando Haddad que não tinha chances de vencer Bolsonaro. Você é responsável, sim, Lula, por tudo o que vem dando errado no Brasil.

Essa carta, ex-presidente, é para dizer que você está em liberdade, mas que os seus inimigos não vão desistir de acabar com você. As caravanas, promovidas pelo seu arremedo de partido, vão voltar, todos sabemos disso, mas não surtirão o efeito que você espera. Nada será como antes.

Ah, Lula… Espero que entenda que temos uma chance só: uma ampla união para vencer as trevas. Uma ampla união de pessoas certas para libertar o país das amarras do mal. Essa é a maior ajuda que você pode dar ao Brasil: sair de cena e apoiar as causas certas.

Projetos de poder não, ex-presidente! Chega disso. Se insistir nisso, você estará traindo a pátria e a história, maior presidente da história do Brasil, é implacável com traidores.  E será, também, com você.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *